Sobre o jornalismo

Na rubrica Quem Tv, o artigo “A vida das marionetas” assinado por Rodrigo Guedes de Carvalho, da Única de 11 de Novembro. (Infelizmente não pode haver link porque o acesso é restrito a assinantes). Fica aqui a primeira parte.

OS JORNALISTAS são o quarto poder? Então, se me permitem, há um quinto. O poder sibilino de quem utiliza os jornalistas. Para não ir mais atrás, lembro aquele vídeo recente que um iraquiano enviou às televisões, onde mostrava (e explicava, orgulhoso) como abatia soldados americanos com um único tiro. Eterno conflito nas Redacções: mostramos isto ou não? Voto quase sempre vencido, mas o meu “não” é categórico. Tenho pouco feitio para marioneta. Se alguém comete uma animalidade e ma impinge em jeito de “marketing”, sou menos um jornalista e mais um pombo-correio.

Este artigo leva-nos a reflectir sobre o papel do jornalista num momento em que os media, sobretudo a televisão, têm o “haver imagens” como um dos principais valores-notícia.

Anúncios

0 Responses to “Sobre o jornalismo”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: